SINOPSE:
DONA BARATINHA
Nesta adaptação - permeada por encantos e risos - toda a história acontece no contexto da cultura popular.
Como no clássico, inicialmente, Dona Baratinha encontra uma moedinha e resolve se casar. Pega o seu violãozinho e vai pra frente de sua janelinha, cantar a sua música casamenteira.
A partir de então tudo muda: aparece a Abelilda - vizinha fofoqueira de Dona Baratinha - incansável em procurar pretendentes para a Barata. Abelilda anuncia a novidade por todo o Vilarejo e o desfile dos noivos acontece:
Surge um Bode Caipira, um Burro Francês, um Boi Nordestino e um Rato Malandro, maluco por feijoada.
Mas nem tudo é tão simples assim! Depois da escolha feita, o que será que vai acontecer com a Dona Baratinha?
Esta versão da trama surpreende. Ao final da História, Dona Baratinha deixa claro suas prioridades de mulher moderna.


Em meio a muita música ao vivo (canto, violão e percussão), a história acontece.
Todas as músicas (e danças) apresentadas ao vivo são de ritmos da cultura popular brasileira, tais como: sertanejo de raiz, bumba meu boi, rap, arrastata-pé e forró.
Destaque também se dá ao cenário e figurino: chitas, rendas e fuxicos dão o tom de cultura popular que acalentam toda a história.
DURAÇÃO: 50 minutos.
INDICAÇÃO: Crianças de 0 até 10 anos


FICHA TÉCNICA

"DONA BARATINHA"
Adaptação e Direção:
TEXTO:Tânia Guinatti - DIREÇÃO: Camila Guinatti

ELENCO:
Tânia Guinatti e Marta Jardim.

Musicas ao vivo:
Marta Jardim e Tânia Guinatti

Iluminação e Sonoplastia:
Camila Guinatti

Cenografia e figurinos:
Associação Cultural TEATRO DE PANO / Marcos Laporte / Márcia Jardim

Adereços e objetos cênicos:
Marcos Laporte.

Realização
Cia Faz de Conta

CONTATO: Tânia Guinatti – Tel.: (19) 98817 6942 – Email: ac.teatrodepano@gmail.com


<< Voltar para página inicial